Buscar
  • Rosiléa Postigo

Um pouco sobre a acupuntura e como ela pode ajudar na psicoterapia.

Atualizado: Jan 18

A acupuntura é utilizada, no meu trabalho, de forma a contribuir para o equilíbrio e bem-estar dos pacientes de maneira integral, por essa visão não há separação entre corpo, mente, emoções.

Ela faz parte da Medicina Tradicional Chinesa - MTC, um conhecimento milenar utilizado para o diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças há milênios no oriente. O mais antigo manuscrito que se tem notícia, Huandgi Neijing, data de 500-300 a.C , mas cogita-se sua utilização há mais de 5000 anos. Há indícios arqueológicos de que na Idade da Pedra agulhas eram feitas de pedra e utilizadas com propósitos curativos.

Hoje, além das agulhas, que para algumas pessoas é um fator impeditivo na adesão ao tratamento, contamos com instrumentos não invasivos (não perfurantes) que podem ser utilizados nos pontos de acupuntura como o laser, o haihuia (estimulação eletromagnética), sementes, stiper, magnetos, cristais radiônicos, trigramas chineses, etc.

A estimulação de pontos específicos no corpo pela acupuntura aciona áreas no cérebro responsáveis pela liberação de substâncias como, por exemplo, a endorfina, a acetilcolina e outros neurotransmissores.

Durante as sessões de acupuntura é proporcionado um relaxamento em todo o corpo, através da regulação de hormônios, como a serotonina, possibilitando a pacientes com depressão e outros distúrbios psicoafetivos, resultados muito positivos no tratamento.

Muitas dores e doenças que se expressam no corpo têm um fundo emocional que não encontrou outra forma de se manifestar. Com a acupuntura, através de estímulos em pontos relacionados àquela dor ou "doença", é possível tratar e desbloquear sentimentos, sensaçoes, emoções para serem trabalhados em psicoterapia.

*Rosiléa M.S. Postigo

Psicóloga/Acupunturista/Hipnoterapeuta

29 visualizações

© 2023 por Medicina Alternativa. Orgulhosamente criado com Wix.com